28/11/2021

Artigos de pesquisadores da RRDM são publicados em edição especial no reconhecido jornal Stoten

Assessoria de Comunicação

O Programa de Monitoramento da Biodiversidade Aquática (PMBA/Fest-RRDM) realizado pelos pesquisadores da Rede Rio Doce Mar (RRDM) é cadastrado na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) como um projeto de pesquisa e já publicou dezenas de artigos nesses três anos do estudo.

Agora, o reconhecido jornal StotenScience of the Total Environment, que em Português significa Ciência de Todo Ambiente, está lançando uma edição especial em que 90% dos artigos que integram seu conteúdo foram produzidos pelos estudos dos pesquisadores da RRDM. A edição especial tem como tema: From the River to the Sea: The environmental responseto a tailing dam failure (Do rio ao mar: resposta ambiental ao rompimento de barragem de rejeito). O principal objetivo dessa edição é fornecer dados científicos de alta qualidade sobre o tema que contribuirão para a formação de novos conceitos e análises multidisciplinares com base na avaliação dos efeitos e resposta ambiental ao rejeito de minério.

Para o coordenador do Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (NADEC), Alex Bastos, e que atua como editor convidado desta edição especial, essa produção científica é de extrema importância: “A Rede cumpre seu papel não só de execução do monitoramento, mas também da produção científica inerente a nós professores e pesquisadores. Deixaremos além de dados, publicações importantes para os estudos futuros sobre rompimento de barragens”, afirmou.

Desde o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), pesquisadores da RRDM realizam pesquisas e se evolvem com as questões ambientais e estudos científicos relacionados ao rompimento de barragem de rejeitos em busca de respostas e compreensão sobre o assunto.

A edição especial STOTEN traz uma abordagem transdisciplinar objetivando reconhecer o impacto do rejeito em diferentes ecossistemas comparado aos conhecimentos anteriores ao rompimento e analisando os efeitos causados pelo desastre ambiental.

Ao todo, foram propostos 90 artigos e 59 deles foram submetidos. Até o final de novembro, a previsão é que 30 deles já sejam publicados. Os artigos recusados nesta edição, estão sendo submetidos para outras revistas científicas, compondo assim um acervo científico importante para o conhecimento do desastre.

Para ler os artigos, é só acessar: https://www.sciencedirect.com/journal/science-of-the-total-environment/special-issue/10L7P1CZ89P

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades